Desfrute do ar puro das aldeias de montanha

 

Aldeia da Lapa dos Dinheiros

 

Localização Geográfica

 

 

Lapa dos Dinheiros é uma freguesia do concelho de Seia, do qual dista aproximadamente 6 Km. Fica situada na encosta do lado Norte da Serra da Estrela e tem como povoações mais próximas S. Romão e Valezim a 4 km. Fica situada numa das encostas da serra da Estrela e tem locais lindíssimos para serem desfrutados, entre eles destacamos o Buraco da Moura; o Buraco do Sumo e o Porto do BoiDevido à sua situação geográfica privilegiada, mais parecendo uma varanda na encosta da Serra, a paisagem que dela se avista é tão vasta e deslumbrante, que se perde no horizonte vislumbrando até o Caramulo e a Lousã.
Esta aldeia encontra-se a nordeste da Serra da Estrela a cerca de 855 metros de altitude e a uma latitude de 40º 22' N e longitude de 7º 43'.
Lapa dos Dinheiros foi anexa a São Romão até 18 de Dezembro de 1987, altura em que São Romão subiu à categoria de Vila e a Lapa foi promovida a Freguesia, consequência do desenvolvimento verificado nas últimas décadas.
 

Resenha Histórica

De origens desconhecidas, Lapa dos Dinheiros deverá o seu nome a uma conversa entre o Rei D. Dinis, de passagem pelo local e a um audacioso habitante da aldeia.
“D. Dinis andava a caçar e passou pela Lapa ao encerrar da noite, onde não pode passar de lá, sem ser ao outro dia devido a um forte nevão. Houve uma pessoa que lhe perguntou se ele dormia na nossa terra, à qual ele respondeu que sim. Então os Lapeiros
mataram um bezerro e trataram-no com o melhor que havia naquele tempo. Aconteceu que D. Dinis perguntou que nome tinha esta pequena aldeia. Respondeu um habitante, que se chamava Lapa devido à construção das suas casas, aproveitando os rochedos para uma das paredes, o que poupava dinheiro, tempo e esforço.
Passados alguns instantes, perguntou-lhe de onde tinham vindo todas as coisas que lhe deram. Respondeu o habitante, dizendo: “Com o nosso dinheiro... “ Ordenou então D. Dinis que a partir de agora esta aldeia se chamará Lapa dos Dinheiros.”
Em termos históricos, esta terra terá sido habitada em primeiro lugar por pastores que aqui guardavam as suas ovelhas e cujas casas seriam umas grutas naturais, cavadas nas rochas, que davam pelo nome de Lapas. Assim teve origem o termo “lapa”.
Na época das Inquirições de D. Afonso III, a povoação pertencia ao termo do Sabugueiro, passando mais tarde para o de S. Romão, do qual conseguiu a independência apenas em 18 de Dezembro de 1987, pertencendo desde então ao concelho de Seia. Apesar dos efeitos da desertificação verificado no distrito da Guarda nos últimos anos, a Lapa dos Dinheiros tem-se desenvolvido de modo surpreendente.

 

Património Histórico e Cultural

Quanto ao património arquitectónico Lapa dos Dinheiro é uma vila rica em igrejas como a Igreja Matriz, que nasceu devido ao reduzido espaço na Capela de Nossa Senhora do Amparo. Esta foi construída a expensas da população e demorou vários anos a construir.
As capelas também se destacam nesta freguesia como a Capela de Nossa Senhora do Amparo cuja data de construção se desconhece e segundo inscrição numa das portas laterais foi ampliada no ano de 1757. Existem várias dentro do perímetro geográfico da freguesia, duas colocadas muito discretamente, uma na parede de uma casa de habitação e outra na Fonte de Baixo. Além destas existem mais cinco.
Existem catorze fontes ou chafarizes, sendo de salientar três, pela sua antiguidade e pela sua arquitectura, construídas em granito da região, e uma moderna, muito graciosa construída em granito de Alcaíns e situada no Largo D. Dinis.
Há um cruzeiro no adro da Capela de Nossa Senhora do Amparo, com uma inscrição alusiva à Restauração da Independência de Portugal.
Existe um monumento ao Sagrado Coração de Jesus, destacando-se pela sua originalidade. A imagem encontra-se colocada sobre um grande penedo natural. Realça-se também a grande beleza do seu Santuário, embora com grande simplicidade.
 

Festas e Romarias

Nesta aldeia destaca-se a Festa de São Sebastião, que se comemora no segundo Domingo de Agosto e é considerada um dos cartões de visita desta bela aldeia. Foi-me transmitido pelos mais velhos que a Festa de S. Sebastião teve origem numa promessa que o povo lhe fez há mais de 80 anos. Nesta altura houve uma peste que ficou conhecida pela “pneumónica” e que vitimou muita gente. Todos os dias havia mortes, de tal modo que já nem os sinos tocavam. Então o povo juntou-se e fez a promessa de fazer uma festa todos os anos a S. Sebastião, se não morresse mais ninguém. A Festa do Santíssimo Sacramento é outra festividade que se celebra nesta aldeia no primeiro domingo da Quaresma .

 Memórias e Lendas  

”Conta-se que o nome desta aldeia surgiu quando alguns homens construíam, no actual "Porto dos Bois", uma casa e por lá passaram uns caçadores que lhes disseram para virem construir as suas casas numas lapas mais abaixo, ficavam mais abrigados, e assim fizeram. Na pequena aldeia com o nome de Lapa, passou o rei D. Dinis e os habitantes ofereceram-lhe um jantar farto. O rei perguntou-lhes qual o nome da aldeia ao que lhe responderam Lapa, porque era construída numas lapas. De seguida D. Dinis perguntou como tinham feito um jantar tão farto, os habitantes responderam: "com os nossos dinheiros". Então D. Dinis ordenou que a aldeia se chamasse Lapa dos Dinheiros"

 

 

 

Hotelaria

 

            Os turistas têm oportunidade de descontraírem se ficarem alojados alguns dias nesta aldeia que tem tantas belezas naturais para oferecer. Disponibilizo uma tabela com alguns equipamentos Hoteleiros que penso que serão úteis a quem nos visita.


 

 

Equipamentos Hoteleiros

Contactos

Turismo da Aldeia Souto de Lapa

 238321158

Centro Cultural e Recreativo

Não disponível

Campo de Futebol Ferreira da Fonseca – Silvadeira, Lapa dos Dinheiros

Não disponível

Praia Fluvial da Ponte da Caniça – na Ribeira da Caniça

Não disponível

Salão do C.C.R. na Lapa dos Dinheiros

Não disponível


 

 Gastronomia Típica

 

Não existem referências bibliográficas

 

 

 

 

Procurar no site

Contatos

Aldeias-montanha-online http://cms.aldeias-montanha-online.webnode.com.pt/